Show simple item record

dc.contributor.authorBenelli, Silvio José*
dc.date.accessioned2021-02-11T18:00:08Z
dc.date.available2021-02-11T18:00:08Z
dc.date.issued2014*
dc.date.submitted2016-10-29 12:10:28*
dc.identifier19917*
dc.identifier.urihttps://directory.doabooks.org/handle/20.500.12854/51944
dc.description.abstractEste estudo discute, questiona e aponta as contradições das chamadas instituições totais, ambientes em que as manifestações psicossociais específicas dos internos, segundo o autor, costumam ser desconhecidas ou ignoradas por profissionais do Judiciário, Serviço Social, Medicina, Psicologia e Pedagogia. Para ele, é ingênuo supor que se pode confinar, tanto jovens quanto adultos, por meio de decisões judiciais, e criar nos estabelecimentos, ao mesmo tempo, rotinas integradoras e ambientes saudáveis, potencialmente pedagógicos. A Psicologia, a Pedagogia e a Assistência Social são reconhecidas aqui como saberes científicos incontestes que, no entanto, estariam sendo utilizadas como estratégias de controle disciplinar nos estabelecimentos educativos, socioeducativos e ressocializadores, em especial entre os que limitam a liberdade individual. À medida que os profissionais têm como atribuição, em tais contextos, oferecer acompanhamento personalizado e sistemático, levando-os reclusos a refletirem sobre as infrações cometidas e suas consequências, acabam por desempenhar, afirma o autor, citando Foucault, “o papel de técnicos do comportamento, engenheiros da conduta, ortopedistas da individualidade”. Tal papel, pontua, é desempenhado em meio a impasses, entre discursos altruístas e a realidade das instituições produto das sociedades disciplinares. Assim, questões pedagógicas, psicológicas, psiquiátricas, hospitalares se tornariam mais inteligíveis se fossem enquadradas em um marco institucional global: “Entendemos que os problemas institucionais são também problemas sociais. Soluções técnicas muitas vezes não são suficientes para resolvê-los. Eles exigem soluções políticas para sua metabolização”.*
dc.languagePortuguese*
dc.subjectBF1-990*
dc.subject.otherPSYCHOLOGY*
dc.titleA lógica da internação: instituições totais e disciplinares (des)educativas*
dc.typebook
oapen.identifier.doi10.7476/9788568334447*
oapen.relation.isPublishedByb63293b0-2297-47ee-8821-6dba48232e18*
oapen.relation.isbn9788568334447*
oapen.pages252*


Files in this item

FilesSizeFormatView

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/
Except where otherwise noted, this item's license is described as https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/